Início Estilo de Vida Dicas de namoro para encontrar a pessoa certa

Dicas de namoro para encontrar a pessoa certa

Procurando por amor? Essas dicas ajudarão você a encontrar um amor duradouro e construir um relacionamento que valha a pena.

Obstáculos para encontrar o amor

Você está solteiro e procurando por amor? Está achando difícil conhecer a pessoa certa? Quando você está tendo problemas para encontrar uma conexão amorosa, é muito fácil ficar desanimado ou acreditar nos mitos destrutivos lá fora sobre namoro e relacionamentos.

A vida como uma única pessoa oferece muitas recompensas, como ser livre para perseguir seus próprios hobbies e interesses, aprender a desfrutar de sua própria companhia e apreciar os momentos tranquilos da solidão.

No entanto, se você está pronto para compartilhar sua vida com alguém e quer construir um relacionamento duradouro e digno, a vida como uma única pessoa também pode parecer frustrante.

Para muitos de nós, nossa bagagem emocional pode fazer encontrar o parceiro romântico certo uma jornada difícil.

Talvez você tenha crescido em uma casa onde não havia um modelo de uma relação sólida e saudável e você duvida que tal coisa exista.

Ou talvez seu histórico de namoro consista apenas em breves aventuras e você não sabe como fazer um relacionamento durar.

Você pode ser atraído pelo tipo errado de pessoa ou continuar fazendo as mesmas escolhas ruins uma e outra vez, devido a um problema não resolvido do seu passado.

Ou talvez você não esteja se colocando nos melhores ambientes para conhecer a pessoa certa, ou que quando você faz, você não se sente confiante o suficiente.

Seja qual for o caso, você pode superar seus obstáculos. Mesmo que você tenha sido queimado repetidamente ou tenha um histórico ruim quando se trata de namoro, essas dicas podem ajudar a colocá-lo no caminho para encontrar um relacionamento saudável e amoroso que dure.

Dicas de namoro para encontrar a pessoa certa

O que é uma relação saudável?

Uma relação saudável é quando duas pessoas desenvolvem uma conexão baseada em:

  • Respeito mútuo
  • Confiar
  • Honestidade
  • Apoio
  • Equidade/igualdade
  • Identidades separadas
  • Boa comunicação
  • Um senso de brincadeira/carinho

Fonte: UW Seattle

Reavalie seus equívocos sobre namoro e relacionamentos

O primeiro passo para encontrar o amor é reavaliar alguns dos equívocos sobre namoro e relacionamentos que podem estar impedindo você de encontrar um amor duradouro.

Mitos Comuns sobre namoro e procurando amor
Mito: Eu só posso ser feliz e realizado se eu estou em um relacionamento ou é melhor ter um relacionamento ruim do que nenhum relacionamento.Fato: Embora existam benefícios para a saúde que vêm com estar em um relacionamento sólido, muitas pessoas podem ser tão felizes e realizadas sem fazer parte de um casal.
Apesar do estigma em alguns círculos sociais que acompanha a solteiro, é importante não entrar em um relacionamento apenas para “se encaixar”.
Estar sozinho e estar sozinho não é a mesma coisa. E nada é tão insalubre e desanimador como estar em um relacionamento ruim.
Mito: Se eu não sinto uma atração instantânea por alguém, não é um relacionamento que valha a pena perseguir.Fato: Este é um mito importante para dissipar, especialmente se você tem um histórico de fazer escolhas inapropriadas.
Atração sexual instantânea e amor duradouro não necessariamente andam lado a lado. As emoções podem mudar e se aprofundar com o tempo, e os amigos às vezes se tornam amantes — se você der a essas relações uma chance de se desenvolver.
Mito: As mulheres têm emoções diferentes dos homens.Fato: Mulheres e homens sentem coisas semelhantes, mas às vezes expressam seus sentimentos de forma diferente, muitas vezes de acordo com as convenções da sociedade.
Mas homens e mulheres experimentam as mesmas emoções fundamentais, como tristeza, raiva, medo e alegria.
Mito: O amor verdadeiro é constante ou a atração física desaparece com o tempo.Fato: O amor raramente é estático, mas isso não significa que o amor ou a atração física esteja fadado a desaparecer com o tempo.
À medida que envelhecemos, homens e mulheres têm menos hormônios sexuais, mas a emoção muitas vezes influencia mais a paixão do que os hormônios, e a paixão sexual pode se tornar mais forte com o tempo.
Mito: Eu vou ser capaz de mudar as coisas que eu não gosto em alguém.Fato: Você não pode mudar ninguém. As pessoas só mudam se e quando querem mudar.
Mito: Eu não me sentia perto dos meus pais, então intimidade sempre será desconfortável para mim.Fato: Nunca é tarde demais para mudar qualquer padrão de comportamento. Com o tempo, e com esforço suficiente, você pode mudar a maneira como pensa, sente e age.
Mito: Discordâncias sempre criam problemas em um relacionamento.Fato: O conflito não precisa ser negativo ou destrutivo. Com as habilidades de resolução certas, o conflito também pode proporcionar uma oportunidade de crescimento em um relacionamento.

Expectativas sobre namoro e encontrar amor

Quando começamos a procurar um parceiro de longo prazo ou entramos em um relacionamento romântico, muitos de nós o fazem com um conjunto predeterminado de expectativas (muitas vezes irrealistas) — como como a pessoa deve olhar e se comportar, como o relacionamento deve progredir e os papéis que cada parceiro deve cumprir.

Essas expectativas podem ser baseadas no histórico familiar, influência do seu grupo de colegas, suas experiências passadas ou até mesmo ideais retratados em filmes e programas de TV.

Manter muitas dessas expectativas irreais pode fazer qualquer parceiro em potencial parecer inadequado e qualquer novo relacionamento parecer decepcionante.

Considere o que é realmente importante

Diferencie entre o que você quer e o que você precisa em um parceiro. Os desejos são negociáveis, as necessidades não.

Os desejos incluem coisas como ocupação, intelecto e atributos físicos, como altura, peso e cor do cabelo. Mesmo que certas características pareçam crucialmente importantes no início, com o tempo você muitas vezes descobrirá que você tem limitado desnecessariamente suas escolhas. Por exemplo, pode ser mais importante encontrar alguém que seja:

  • Curioso ao invés de extremamente inteligente. Pessoas curiosas tendem a ficar mais inteligentes com o tempo, enquanto aqueles que são brilhantes podem definhar intelectualmente se não tiverem curiosidade.
  • Sensual ao invés de sexy.
  • Carinhoso ao invés de bonito ou bonito.
  • Um pouco misterioso ao invés de glamuroso.
  • Bem-humorado ao invés de rico.
  • De uma família com valores semelhantes aos seus, em vez de alguém de uma origem étnica ou social específica.

As necessidades são diferentes das necessidades que as necessidades são aquelas qualidades que mais importam para você, como valores, ambições ou objetivos na vida.

Provavelmente não são as coisas que você pode descobrir sobre uma pessoa olhando-a na rua, lendo seu perfil em um site de encontros, ou compartilhando um coquetel rápido em um bar antes da última chamada.

O que parece certo para você?

Ao procurar um amor duradouro, esqueça o que parece certo, esqueça o que você acha que deve ser certo, e esqueça o que seus amigos, pais ou outras pessoas acham que é certo, e pergunte a si mesmo: A relação parece certa para mim?

Dica de namoro 1: Mantenha as coisas em perspectiva

Dicas de namoro para encontrar a pessoa certa

Não faça de sua busca por um relacionamento o centro de sua vida. Concentre-se nas atividades que você gosta, sua carreira, saúde e relacionamentos com a família e amigos.

Quando você se concentra em manter-se feliz, ele vai manter sua vida equilibrada e torná-lo uma pessoa mais interessante quando você conhece alguém especial.

Lembre-se que as primeiras impressões nem sempre são confiáveis, especialmente quando se trata de encontros na Internet. Sempre leva tempo para realmente conhecer uma pessoa e você tem que experimentar estar com alguém em uma variedade de situações.

Por exemplo, quão bem essa pessoa se sustenta sob pressão quando as coisas não vão bem ou quando estão cansadas, frustradas ou com fome?

Seja honesto sobre suas próprias falhas e deficiências. Todo mundo tem defeitos, e para um relacionamento durar, você quer alguém para amá-lo pela pessoa que você é, não a pessoa que você gostaria de ser, ou a pessoa que eles acham que você deve ser.

Além disso, o que você considera uma falha pode realmente ser algo que outra pessoa acha peculiar e atraente. Ao perder toda a pretensão, você encorajará a outra pessoa a fazer o mesmo, o que pode levar a uma relação honesta e mais satisfatória.

Dica 2: Construa uma conexão genuína

O jogo de encontros pode ser estressante. É natural se preocupar com como você vai se deparar e se seu encontro vai gostar ou não de você. Mas não importa o quão tímido ou socialmente estranho você se sinta, você pode superar seus nervos e autoconsciência e forjar uma grande conexão.

Concentre-se para fora, não para dentro. Para combater os nervos do primeiro encontro, concentre sua atenção no que seu encontro está dizendo e fazendo e no que está acontecendo ao seu redor, em vez de em seus pensamentos internos.

Ficar plenamente presente no momento ajudará a tirar sua mente de preocupações e inseguranças.

Seja curioso. Quando você está realmente curioso sobre os pensamentos, sentimentos, experiências, histórias e opiniões de outra pessoa, isso mostra — e eles vão gostar de você por isso.

Você vai se deparar com muito mais atraente e interessante do que se você gastar seu tempo tentando se promover para o seu encontro. E se você não está genuinamente interessado em seu encontro, não há nenhum ponto em prosseguir a relação.

Seja genuíno. Mostrar interesse nos outros não pode ser falsificado. Se você está apenas fingindo ouvir ou se importar, seu par vai pegar. Ninguém gosta de ser manipulado ou aplacado.

Em vez de ajudá-lo a se conectar e causar uma boa impressão, seus esforços provavelmente sairão pela culatra. Se você não está genuinamente interessado em seu encontro, não há nenhum ponto em prosseguir com o relacionamento.

Preste atenção. Faça um esforço para realmente ouvir a outra pessoa. Prestando muita atenção ao que eles dizem, fazem e como eles interagem, você rapidamente vai conhecê-los.

Pequenas coisas vão longe, como lembrar as preferências de alguém, as histórias que te contaram, e o que está acontecendo em suas vidas.

Guarde seu smartphone. Você não pode realmente prestar atenção ou forjar uma conexão genuína quando você está multitarefa. A comunicação não verbal — gestos sutis, expressões e outras pistas visuais — nos diz muito sobre outra pessoa, mas ela é fácil de perder a menos que você esteja sintonizado.

Dica 3: Priorize a diversão

Encontros online, eventos de solteiros e serviços de matchmaking, como encontros rápidos, são agradáveis para algumas pessoas, mas para outros eles podem se sentir mais como entrevistas de emprego de alta pressão.

E seja lá o que os especialistas em namoro lhe disserem, há uma grande diferença entre encontrar a carreira certa e encontrar um amor duradouro.

Em vez de vasculhar sites de namoro ou sair em bares de coleta, pense no seu tempo como uma única pessoa como uma grande oportunidade para expandir seu círculo social e participar de novos eventos.

Faça da diversão seu foco. Ao perseguir atividades que você gosta e se colocar em novos ambientes, você conhecerá novas pessoas que compartilham interesses e valores semelhantes.

Mesmo que você não encontre alguém especial, você ainda terá se divertido e talvez forjado novas amizades também.

Dicas para encontrar atividades divertidas e pessoas com mentes semelhantes:

  • Voluntarie-se para uma caridade favorita, abrigo de animais ou campanha política. Ou até mesmo tentar férias voluntárias (para detalhes veja a seção Recursos abaixo).
  • Faça um curso de extensão em uma faculdade ou universidade local.
  • Inscreva-se para aulas de dança, culinária ou arte.
  • Junte-se a um clube de corrida, grupo de caminhada, grupo de ciclismo ou equipe esportiva.
  • Junte-se a um grupo de teatro, grupo de cinema ou participe de um painel de discussão em um museu.
  • Encontre um grupo de livros local ou um clube de fotografia.
  • Participe de eventos locais de degustação de alimentos e vinhos ou aberturas de galerias de arte.
  • Seja criativo: Escreva uma lista de atividades disponíveis em sua área e, com os olhos fechados, coloque aleatoriamente um alfinete em um, mesmo que seja algo que você nunca consideraria normalmente. Que tal pole dance, origami ou boliche de gramado? Sair da sua zona de conforto pode ser gratificante em si mesmo.

Dica 4: Manuseie a rejeição graciosamente

Em algum momento, todo mundo que procura amor terá que lidar com a rejeição — tanto como a pessoa sendo rejeitada quanto a pessoa que está rejeitando.

É uma parte inevitável do namoro, e nunca fatal. Ao se manter positivo e ser honesto consigo mesmo e com os outros, lidar com a rejeição pode ser muito menos intimidante.

A chave é aceitar que a rejeição é uma parte inevitável do namoro, mas não gastar muito tempo se preocupando com isso. Nunca é fatal.

Dicas para lidar com a rejeição ao namorar e procurar amor

Não leve para o lado pessoal. Se você for rejeitado após um ou alguns encontros, a outra pessoa provavelmente só está rejeitando você por razões superficiais sobre as quais você não tem controle — algumas pessoas preferem loiras a morenas, pessoas tagarelas a tranquilas — ou porque elas são incapazes de superar seus próprios problemas. Seja grato pelas rejeições precoces — isso pode poupá-lo de muito mais dor no caminho.

Não pense nisso, mas aprenda com a experiência. Não se culque por nenhum erro que você acha que cometeu. Se isso acontecer repetidamente, porém, leve algum tempo para refletir sobre como você se relaciona com os outros, e quaisquer problemas que você precisa trabalhar.

Então deixe pra lá. Lidar com a rejeição de forma saudável pode aumentar sua força e resiliência.

Reconheça seus sentimentos. É normal sentir-se um pouco magoado, ressentido, desapontado ou até triste quando confrontado com a rejeição. É importante reconhecer seus sentimentos sem tentar suprimi-los. 

Praticar a atenção plena pode ajudá-lo a manter contato com seus sentimentos e seguir em frente rapidamente a partir de experiências negativas.

Dica 5: Cuidado com as bandeiras vermelhas do relacionamento

Comportamentos de bandeira vermelha podem indicar que um relacionamento não vai levar a um amor saudável e duradouro. Confie em seus instintos e preste muita atenção em como a outra pessoa faz você se sentir. Se você tende a se sentir inseguro, envergonhado ou desvalorizado, talvez seja hora de reconsiderar a relação.

Bandeiras vermelhas de relacionamento comum:

A relação é dependente de álcool. Você só se comunica bem — rir, falar, fazer amor — quando um ou ambos estão sob a influência de álcool ou outras substâncias.

Há problemas em assumir um compromisso. Para algumas pessoas, o comprometimento é muito mais difícil do que outros. É mais difícil para eles confiar nos outros ou entender os benefícios de um relacionamento de longo prazo por causa de experiências anteriores ou uma vida doméstica instável crescendo.

A comunicação não verbal está desligada. Em vez de querer se conectar com você, a atenção da outra pessoa está em outras coisas, como seu telefone ou a TV.

Ciúmes sobre interesses externos. Um parceiro não gosta do outro passar tempo com amigos e familiares fora do relacionamento.

Controlando o comportamento. Há um desejo por parte de uma pessoa de controlar a outra, e impedi-la de ter pensamentos e sentimentos independentes.

A relação é exclusivamente sexual. Não há interesse na outra pessoa além de física. Uma relação significativa e satisfatória depende de mais do que apenas um bom sexo.

Nenhuma vez um-a-um. Um parceiro só quer estar com o outro como parte de um grupo de pessoas. Se não há desejo de passar um tempo de qualidade sozinho com você, fora do quarto, pode significar um problema maior.

Dica 6: Lidar com problemas de confiança

Confiança mútua é a pedra angular de qualquer relação pessoal próxima. Confiança não acontece da noite para o dia; ele se desenvolve ao longo do tempo à medida que sua conexão com outra pessoa se aprofunda.

No entanto, se você é alguém com problemas de confiança — alguém que foi traído, traumatizado ou abusado no passado, ou alguém com um vínculo de apego inseguro— então você pode achar impossível confiar nos outros e encontrar um amor duradouro.

Se você tem problemas de confiança, seus relacionamentos românticos serão dominados pelo medo — medo de ser traído pela outra pessoa, medo de ser decepcionado ou medo de se sentir vulnerável.

Mas é possível aprender a confiar nos outros. Trabalhando com o terapeuta certo ou em um ambiente de terapia de grupo de apoio, você pode identificar a fonte de sua desconfiança e explorar maneiras de construir relacionamentos mais ricos e mais satisfatórios.

Dica 7: Alimente seu relacionamento brotante

Encontrar a pessoa certa é apenas o começo da viagem, não o destino. Para passar de encontros casuais para um relacionamento amoroso e comprometido, você precisa nutrir essa nova conexão.

Para nutrir seu relacionamento:

Invista nisso. Nenhum relacionamento vai correr bem sem atenção regular, e quanto mais vocês investirem um no outro, mais vocês crescerão. Encontre atividades que você possa desfrutar juntos e se comprometa a gastar o tempo para participar delas, mesmo quando estiver ocupado ou estressado.

Comunique-se abertamente. Seu parceiro não é um leitor de mentes, então diga a eles como você se sente. Quando ambos se sentirem confortáveis em expressar suas necessidades, medos e desejos, o vínculo entre vocês se tornará cada vez mais forte.

Resolver o conflito lutando de forma justa. Não importa como você aborda as diferenças em seu relacionamento, é importante que você não tenha medo de conflitos. Você precisa se sentir seguro para expressar as questões que o incomodam e ser capaz de resolver conflitos sem humilhação, degradação ou insistir em estar certo.

Esteja aberto para mudar. Todos os relacionamentos mudam com o tempo. O que você quer de um relacionamento no início pode ser muito diferente do que você e seu parceiro querem alguns meses ou anos na estrada. Aceitar mudanças em um relacionamento saudável não só deve fazer de você uma pessoa melhor: mais gentil, mais empática e mais generosa.

Veja Também: Dicas para recoquinstar sua ex-namorada