Início Credit Card 10 Dicas importante para melhor utilização do cartão de crédito

10 Dicas importante para melhor utilização do cartão de crédito

Infelizmente, devido à falta de orientação financeira, muitas pessoas abusam do cartão de crédito. No entanto, esta imagem pode ser alterada!

Nesse artigo vamos falar sobre como ter um planejamento financeiro, pois muitas pessoas acabam gastando mais do que podem e, por esse motivo estão muito endividadas, geralmente culpam os cartões de crédito pelos desequilíbrios financeiros.

Portanto, muitas pessoas acreditam que os cartões de crédito são o pior inimigo das finanças pessoais. Porém, antes de fazer qualquer julgamento, é interessante saber que o cartão é apenas uma ferramenta.

Benefícios ao usar corretamente o seu cartão de crédito

Cada ferramenta pode causar sérios danos se usada incorretamente. Por outro lado, se usado corretamente, pode fornecer aos usuários alguns benefícios e benefícios.

O mesmo vale para cartões de crédito! Se usada sem disciplina e planejamento, essa “moeda de plástico” provavelmente levará a dívidas financeiras incontroláveis ​​e excessivas, que serão difíceis de pagar.

Por outro lado, se você usar um cartão de crédito de forma consciente, o cartão de crédito será sem dúvida um aliado maravilhoso em suas finanças e permitirá que você obtenha alguns benefícios e conveniências.

Aqui estão as 10 dicas valiosas para usar cartão de crédito de forma inteligente para evitar juros altos e despesas desnecessárias. Aprenda a aproveitar as principais vantagens desta ferramenta.

Como utilizar melhor seu cartão de crédito

1. Registre todas as despesas

Você deve saber e analisar como seu dinheiro é gasto. Portanto, todas as despesas incorridas pelo cartão de crédito devem ser anotadas.

A maneira mais fácil é usar um aplicativo de finanças pessoais, como o Mobills. No entanto, se você não gosta de usar a tecnologia para simplificar sua vida, pode usar um extrato detalhado do cartão de crédito como sua ferramenta de controle.

Neste caso, você deverá utilizar planilhas ou cadernos antigos para controle financeiro e análise da qualidade dos gastos. De qualquer forma, é vital saber para onde está indo o dinheiro para que você possa tomar as medidas necessárias para melhorar sua situação financeira.

2. Elabore seu planejamento financeiro

É recomendável que você faça um plano financeiro antes de usar o cartão de crédito. Desta forma, você pode se programar e saber quanto pode gastar no cartão para ter dinheiro para pagar todas as faturas antes do vencimento.

Além disso, ao fazer planos financeiros, você evitará o transporte desnecessário de cartões bancários, evitando assim gastos com itens extras. Para as despesas do dia a dia, é melhor usar sempre dinheiro vivo para comprar, pois ao ver dinheiro fora do bolso, você refletirá em mais demanda por compras.

3. Utilize apenas um cartão

Ter apenas um cartão de crédito facilita o planejamento e controle de despesas. Nesse sentido, um ponto que merece mais destaque é a impulsividade dos gastos. Pessoas com mais de um cartão têm maior probabilidade de fazer compras em excesso e acabam gastando mais.

Quando o limite de um cartão for atingido, algumas pessoas começarão a usar outro cartão e depois outro cartão, de qualquer forma, eles só perceberão o dano um mês após a chegada da fatura. Além disso, a maioria dos cartões de crédito ainda tem custos de anuidade, que geralmente não são baratos.

Aqueles com apenas um cartão certamente deixarão de gastar muito dinheiro com essas taxas. Outra vantagem é que com apenas um cartão você definitivamente vai reduzir o tempo de checagem da nota fiscal para análise de todas as despesas do mês. Se você ainda não usou um aplicativo de controle financeiro para ajudá-lo a concluir esta tarefa.

4. Limite do cartão deve ser no máximo 50% do seu salário

Ao usar um cartão de crédito, você erroneamente pensará que o dinheiro não sairá de sua conta. Isso pode ser definido como “uma fantasia agradável que pode ser comprada sem gastar um centavo.”

No entanto, o pesadelo começa no momento em que a fatura chega em sua casa ou e-mail. Para evitar mais problemas, o limite do cartão de crédito deve ser no máximo 50% do seu lucro líquido, ou seja, todo o lucro descontado.

5. Evite pagar ou, pelo menos, negocie as taxas de anuidade.

Alguns cartões de crédito, especialmente aqueles que oferecem os melhores benefícios e planos de desconto, costumam cobrar altas taxas de anuidade.

Algumas dessas anuidades podem chegar facilmente a R $ 800,00, isso é dinheiro! No entanto, se você usa cartões de crédito com frequência, saiba que está em uma boa posição para negociar essas taxas.

Para cada compra que você fizer, a operadora do cartão de crédito receberá uma determinada quantia do valor da compra. Pode utilizar este parâmetro para indicar que já é um bom cliente, utilizou um cartão direto e garantiu que a operadora pode transferir bem o valor da sua compra.

Não muito tempo atrás, usei essa declaração, conduzi mais negociações e finalmente renunciei à minha anuidade. Não é ruim! Outro truque para evitar altas taxas de anuidade é analisar se você realmente usou todos os benefícios que o cartão oferece.

As anuidades dos cartões internacionais costumam ser mais altas e algumas pessoas têm esses cartões mesmo que não tenham condições ou planejem viajar para o exterior. Bem, essas são dicas para quem precisa pagar uma anuidade de cartão porque os benefícios oferecidos valem a pena.

Acontece que, na maioria dos casos, pagar uma anuidade geralmente não é uma vantagem e, atualmente, você não precisa fazer esse pagamento para ter um bom cartão de crédito. Algumas entidades já oferecem cartões gratuitamente, como o Banco Pan, que permite à Méliuz usar o cartão Méliuz. A beleza desse cartão é que além da isenção da anuidade, ele também pode devolver uma parte do seu reembolso, o famoso cash back.

Peça já o seu cartão Méliuz clicando nesse link.

cartão de crédito dicas para utilizar corretamente

6. Fique atento aos programas de descontos e vantagens

Hoje em dia é fácil encontrar cartões de crédito com planos de recompensas e benefícios. O plano de quilometragem é um bom exemplo. Ao utilizar alguns cartões para fazer compras, você acumula pontos, que posteriormente podem ser trocados por milhas e passagens aéreas.

Existem também alguns pontos que podem ser trocados por combustível ou outros produtos em geral, como eletrodomésticos, bicicletas, etc. Além disso, alguns cartões oferecem descontos de até 50% em produtos adquiridos em cinemas, teatros, jogos de futebol ou em redes de lojas.

Dessa forma, quem entende essas vantagens tem a oportunidade de economizar muito dinheiro em certas compras e ainda consegue acumular pontos suficientes para comprar passagens aéreas ou abastecer seu carro.

Cuidados que precisam ser tomados

Porém, é importante avisar que você não deve pensar erroneamente que deve gastar mais dinheiro para acumular pontos. sem valor!

Os pontos são um benefício adicional de compra com este cartão de crédito. A ideia de comprar cada vez mais pontos para ganhar pontos não é vantajosa.

7. Evite pagar somente o valor mínimo

Pagar apenas o valor mínimo pode tornar a sua dívida inestimável! Isso ocorre porque os cartões são uma das formas mais caras de financiamento, perdendo apenas para as formas financeiras.

Portanto, evite pagar o valor mínimo ou parcelar. Se você já está endividado, saiba como se livrar das dívidas do cartão de crédito. Se tiver dificuldade em pagar o valor total da fatura, o melhor é pedir um empréstimo de crédito pessoal, pagar no cartão e instalar este novo empréstimo, porque normalmente os juros são muito mais baixos.

No entanto, a abordagem ideal é seguir a Dica 2 e preparar um plano financeiro antes de comprar qualquer coisa com seu cartão de crédito. Você não pode tratar os cartões de crédito como receita adicional e não pode estar endividado devido à falta de controle financeiro!

8. Consulte o saldo do cartão sempre para evitar sustos na hora da fatura

Algumas pessoas não viram o dinheiro saindo do bolso ao fazer os pagamentos, relaxaram muito com o cartão de crédito e muitas vezes gastaram muito dinheiro. Acredite em mim, isso é comum.

Se você não tem dinheiro no bolso, isso pode facilmente causar confusão e, eventualmente, perderemos o controle de nossos gastos. Quando a fatura chega, é um momento assustador!

9. Evite fazer cartões de loja

É comum que as lojas forneçam aos consumidores cartões de crédito para reter clientes. No entanto, você deve ter muito cuidado e refletir sobre as reais necessidades de fazer cartões de memória.

Embora existam alguns benefícios em usar esses cartões para compras, alguns deles permitem apenas o pagamento de faturas na loja, o que estimulará o consumo desnecessário e fará com que você gaste mais.

10. Evite pagar contas de água, luz e telefone no cartão

Algumas pessoas acham muito interessante concentrar todos os pagamentos no cartão de crédito, pois não há necessidade de se preocupar com uma fatura.

No entanto, pagar contas de serviços públicos (água, eletricidade e telefone) no cartão geralmente não é econômico porque o administrador do cartão geralmente cobra uma taxa para fornecer esses serviços. Portanto, é necessário saber o valor das taxas cobradas e analisar se vale a pena gastar mais para ter esses “benefícios”.

Conclusão

Discordo dos que pensam que o cartão de crédito é o maior vilão do setor financeiro. Na verdade, o maior problema enfrentado por pessoas com dívidas pesadas costuma ser a falta de educação financeira.

Como mencionei na introdução, o cartão de crédito é apenas uma ferramenta e, ao contrário do que muitos dizem, pode até ser um bom aliado.

Para tanto, é necessário seguir as diretrizes acima, elaborar orçamentos e fazer planos financeiros. Dessa forma, ao comprar parcelado, você já sabe se o parcelado cabe no seu bolso.

Isso evitará a maioria dos problemas de cartão de crédito. No entanto, para deixá-lo mais relaxado, recomendo fortemente que você use um gerente financeiro, como o Mobills.

O aplicativo de controle financeiro mais bem avaliado do Brasil tem uma função de cartão de crédito, perfeita para você nunca perder o controle do seu cartão.

Veja Ainda: Como funciona um financiamento de carros?